Wellington do Curso denuncia censura e perseguição do Governo Flávio Dino contra funcionários das UPA’s no Maranhão

Nesta quinta-feira (04), o deputado estadual Wellington do Curso oficiou o Governo do estado e a Unidade de Pronto Atendimento da Vila Luizão após receber relato de possível ato de censura e perseguição. Trata-se de um funcionário que, após gravar um vídeo falando sobre a situação precária de trabalho e solicitar EPIs, foi demitido.

No ofício, o parlamentar solicita que se indique o motivo pelo qual ocorreu a demissão, vez que a trajetória do funcionário Santana era admirável.

“Censura! Vejam só! Esse é o Santana, que trabalhava na UPA da Vila Luizão e foi demitido após gravar esse vídeo denunciando a situação de exposição direta dos funcionários a riscos em meio à pandemia. Recebemos a denúncia que vários outros funcionários também foram demitidos por solicitar EPIs e melhores condições de trabalhos. Já oficiamos a diretoria da UPA para que informe qual o suposto motivo para demissão, já que, ao que parece, é apenas retaliação e perseguição. Profissionais da saúde, que atuam na linha de frente, contem sempre comigo”, disse Wellington.

Comentários

Contato

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Enviando

©2020Deputado Estadual Wellington do Curso

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?